<
Capitulo 1
         
Mais um dia idiota,estúpido,e extremamente tedioso ;
Visto meu sobretudo,pego minhas luvas,e ando pelas ruas vazias e cinzas de NY.
Tudo muito bom,tudo muito bem,os mendigos continuam com suas mãos estendidas,e as calçadas estão extremamente limpas.Um verdadeiro nojo.
Procuro algo interessante em cada passo que dou na direção do vento.A cada esquina que viro espero encontrar algo interessante,um assalto,um acidente,um algo mais...emocionante!
Mas nada,nada absolutamente nada me emociona,a única coisa que sinto é frio,muito frio.
Um frio interior,o frio da solidão,e o vento cortante de saber que gosto disso.Não me incomodo de ser assim...
Paro em uma rua,sinto que algo muito emocionante está para vir,acreditando no meu sexto sentido(si é que essa droga existe)paro e espero.
Olha para os lados,mas nada acontece,até que decido olhar para cima.
Espere aí...ora,ora...o que é aquilo?Ou melhor,quem é aquela?
Ela está na janela,olhando para longe,parece tão solitária e sozinha quanto eu.Não sei si devia,mas eu não conheço ela,é tão diferente aquele rosto.
Acho que ela ainda não me notou aqui em baixo,bem,seja quem for,me preocuparei com essa curiosidade depois.
Agora preciso seguir nessa direção,até chegar na farmacia,preciso comprar algumas coisinhas por lá,e não são remédios...hahaha...

                                     ***
Acabei de terminar um longo relatório,definitivamente,o ultimo ano de faculdade é um saco;
Me sinto sufocada,e sempre que me sinto assim,corro para a janela e fico observando a rua,o céu,e os prédios de NY.
O sol não saiu hoje,o frio está á mil,e a rua sem nenhum movimento.
Penso na vida,em tudo,em nada...olho fixamente para o céu,mas logo olho para baixo,e percebo um cara lá,ele está bem vestido,nossa,quem será?Nunca vi antes...Só espero que não seja ladrão!Não,não...ele não tem cara de ladrão.Caramba!Ele está olhando pra cá!Melhor eu disfarçar,não quero que ele perceba que vi ele.
Eu fico olhando para o céu,e quando volto o olhar para baixo,percebo que ele não está mais lá.O cara deve ter se cansado de ficar parado olhando para cima,e si foi...vejo ele longe,andando no sentindo oposto.
Bem,eu devia ter olhado para ele,e deixado ele perceber que eu estava olhando para...Mas agora ele já se foi.Seja quem for,espero que volte.
                                             ***
Enfim!Até que enfim a farmacia que eu estava prourando!Eu já estava cansado de tanto andar.
Onde será que estão os funcionarios dessa porcaria?O caixa está vazio,o jeito é gritar.
-Tem alguém aí!???
(Surge um velho de trás do caixa,com cara de quem tinha dormido litros.)
-Sim,sim!!!Em que posso ajudar???
-Sparrow 7411 cave 65.
-Oh-Oh...venha comigo!

O velho entende o meu código,ele sabe do que estou falando,e me chama para ir até o estoque;
Ele abre uma porta e descemos uma escada,ele acende a luz,e taran!
Estamos no paraíso!
Um arsenal incrível,e todas as formas de diversão perigosa estão diante dos meus olhos!
-owo...então era verdade...Duvudei quando me recomendaram esse lugar.Uma bela ideia vender armas no fundo de uma farmácia!
-Quer alguma coisa específica?
-Hum..,na verdade,gosto de coisas simples!Explosivos,facas,mas também de armas.Separe essa,essa,e aqueles explosivos ali.Mande entregar nesse endereço!E...esse revolver,eu já vou levar comigo agora.
-São 2500 doláres.
- Pago a metade agora,e a outra metade quando chegarem ao endereço.E só uma duvida,esse revolver está carregado?
-Não senhor.
-Me dê as balas!Anda!
-Aqui está!São mais alguns dólares.
-Não enche!Manda entregar logo isso no endereço que te dei.Ok?
-Certo senhor.

Carrego meu mais novo brinquedinho,e negócio feito!Escondo a arma em um dos meus bolsos,e sigo o caminho de volta.A noite está caindo,preciso ser rapido para chegar logo em casa,e o pior está muito frio.
Ora,ora,passo de novo em baixo da janela daquela garota,mas ela não está na janela!Eu realmente queria saber quem ela é,qual seu nome.
Mas duvido que ela saia de lá de dentro com esse frio,o jeito vai ser eu entrar...
Mas eu tenho que dar um jeito...
Pra minha sorte uma gangue se aproxima,eu conheço o líder da gangue,e acho que isso vai ser divertido.
-Martin!Lembra de mim???
-Jack!!!Quando tempo rapaz!!!Eu e a rapaziada tava dando um rolé na night!Quer vir com a gente brother?
-Não,não.Na verdade eu preciso de um favorzinho!Será que você poderia simular um "break out" aqui nessa rua?
-Agora?Nesse exato momento brother?
-Sim...claro,si você achar que consegue!
-Tá brincando mano!?É agora memu!Rapaziada!!!Atenção!!!"Break out!!!"Vamo tocar o terror!!!

Os malucos começam á gritar e a atirar pra tudo que é lado,eu claro,que não sou palhaço,vou corendo para a porta da casa da garota da janela.Eu come á bater na porta dela,e pesso abrigo até que o "break out" acabe.

-Abre a porta!!!Tá acontecendo um break out!!!Abre!!!Socorro!!!
(Escuto destrancando a porta)
-Vem entra!!!

Ela abre a porta,e eu caio pra dentro,fazendo toda a ceninha.Acho que estou no lugar certo agora.Ela oferece o sofá,e eu sento.
-É...você teve sorte.Esses caras podiam ter te...assaltado.
-Eu fui rapido.Obrigado por abrir a porta!

Ela se senta na minha frente,e diz ajeitando o cabelo,que faria  aquilo por qualquer pessoa.Eu obviamente acredito,pois quando bati na porta ela nem imaginava que fosse eu.Aliás,ela nem sabe quem sou eu,preciso me apresentar.
-Jack.Me chamo Jack!
(Ela á um sorriso tão profundo,mais profundo até que minhas cicatrizes.E continua falando)
-E o meu nome é Lauren.
-Muito prazer Lauren.

Nos comprimentamos com um aperto de mão,acho que nunca mais vou lavar minha mão.Mentira!vou lavar sim.

-Você,quer comer...pizza?Pizza e...Coca-Cola?
-Sim,sim!Eu adoro coca-cola!

Na verdade eu odeio Coca-Cola!Não suporto.Mas por ela,pra permanecer mais tempo perto dela,eu tomo até gasolina.
Ela vai até a cozinha e traz tudo,coloca na mesinha que está á nossa frente,e serve a irritante coca-cola.Não me ache estranho por não gostar de coca-cola ok?Na verdade,me ache como quiser!Não devo sastifações á ninguém mesmo.

-Prontinho.É só comer!
-Hum!Parece bom!Está uma delicia!
-A pizza,não fui eu que fiz ok?
-Mas foi você quem servio!
-Engraçado você...escuta!
-O que?
-Acho que o Break out já acabou!Eles estavam armados né!
-Armados...armas!Putz!Eu tenho que ir!Eu fiquei de receber uma encomenda em casa!Eu preciso ir!
-Mas você...
-tenho que ir mesmo!Até amanhã...Lauren!
-Hey,até amanhã?
-Eu posso vir aqui amanha pra terminar de comer a pizza?
-Claro que não!
-Não???
-Até amanha essa pizza já estragou!(risos)
-Engraçadinha você!Que susto,pensei que não queria que eu voltasse.
-Claro que quero!Então amanhã,outra pizza!Aparece aqui!
-Ok!apareço sim!

Eu me aproximo dela e dou um beijo em sua testa,ela fica corada,e isso é um bom sinal.Mas tenho que ir,as armas já devem ter chegado lá em casa.E nunca esqueça...existe uma linha entre a loucura e a genialidade.Eu apaguei essa linha.